873d38b5 dbc3 4938 b4fb b66a598126c9


A cantora Taylor Swift testemunhou nesta quinta-feira (10) no julgamento contra um ex-apresentador de rádio, ela contou que foi alvo de uma “longa” e “intencional” apalpada de um radialista de Denver durante uma sessão de fotos, em 2013. "O que o senhor Mueller fez foi muito intencional", disse a estrela pop no tribunal em Denver, nos Estados Unidos, segundo a CNN. "Foi horrível e chocante, nunca tinha lidado com algo assim."

Taylor Swift disse que o incidente aconteceu enquanto ela posava com Mueller e a namorada do radialista para uma foto. Já Mueller, de 55 anos, afirmou em depoimento na terça-feira que ele pode ter feito um contato físico inocente com Taylor Swift, talvez esbarrando seu braço ou torso, mas negou qualquer comportamento inapropriado.

O DJ e locutor foi demitido da rádio KYGO-FM após Taylor afirmar que ele colocou a mão por debaixo da sua saia e apalpou suas nádegas enquanto os dois posavam juntos em uma sessão de fotos antes de uma apresentação da cantora em 2 de junho de 2013, em Denver. 

A mãe da cantora Andrea Swift, que faz parte da equipe de empresários da filha, depôs na quarta (9), e afirmou que o incidente reduziu a confiança no público e a tornou menos aberta aos fãs. "Isso absolutamente estilhaçou nossa confiança", disse sobre o suposto incidente. Segundo ela, eventos de encontros com fãs foram reduzidos desde então e detectores de metal passaram a ser colocados em todos os lugares em que sua filha interage com o público.